idanca.typepad.com > artistas coLABoratorio

« Back to artistas coLABoratorio

Valéria Pinheiro

Valéria Pinheiro

Coreógrafa e diretora artística da Companhia de Brincantes Vatá. Fundada em 1994, no Rio de Janeiro, e residente no Ceará desde
2000. Seu trabalho está voltado às pesquisas por um “corpo híbrido”, partindo das matrizes corporais provindas das danças brasileiras
com foco nas danças tradicionais nordestinas.
Tendo como linguagem matriz de sua obra o sapateado, vem ao longo das pesquisas, encorporando a esse “corpo ritmico”, uma
arquitetura de movimentos provindos de vivências in loco, direcionando ao “corpo híbrido” esperado.
Em sua obra tem como destaque uma trilogia: Bagaceira, a dança dos Mestres; Bagaceira, a dança dos Orixás; e Bagaceira, a dança
dos Ancestrais, mergulho no “corpo ritualístico”. Esses espetáculos foram merecedores de alguns prêmios entre eles: Palco Giratório
do SESC, Prêmio Petrobrás de Artes Cênicas na categoria montagem, Global Rhythm of MCA (Museu de Arte Contemporânea de
Chicago), Prêmio de incentivo às Artes Cênicas da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (2002 e 2004), Harris Theater Award
(prêmio cultura oferecido pelo Parque do Milenium de Chicago), entre outros.
Acabou de experienciar uma colaboração com a Brazzdance Theater de Miami, com resultados que irão culminar em dois espetáculos:
Caçadores de Pipa da Cia Vatá e A foot for Samba da Brazzdance Theater, mergulho às matrizes do samba com asfro-fusão.
Espetáculos com estréias previstas para abril de 2007.
Choreographer and artistic director of the Companhia de Brincantes Vatá, founded in 1994 in Rio de Janeiro and based in Ceará since 2000.
The work focuses on researching a “hybrid body” starting from the body matrix of Brazilian dances, especially of traditional North Eastern
dances.
In search of the “hybrid body”, Valeria, working with the language of tap-dancing as her basis, has done research to incorporate the other
movement architectures coming from in situ experiences into the “rhythmic body” of tap.
Among her work a trilogy stands out: Bagaceira, a dança dos Mestres; Bagaceira, a dança dos Orixás; Bagaceira, a dança dos Ancestrais,
which dive into the “ritualistic body”. These pieces won a number of prizes such as: Palco Giratório do SESC, Prêmio Petrobrás de Artes
Cênicas, Global Rhythm of MCA (Contemporary Art Museum of Chicago), Prêmio de incentivo as Artes Cênicas da Secretaria de Cultura do
Estado do Ceará (2002 e 2004), Harris Theater award (a cultural prize offered by the Millenium Park in Chicago), amongst others.
Valeria just finished collaboration with the Miami Brazzdance Theater. Two pieces will result from this collaboration - “Caçadores de Pipa”
by the Cia Vatá and “A foot for Samba” by the Brazzdance Theater, a dive into the origins of samba mixed with afro-fusion. Those pieces
shall open in April 2007.

Permalink